Eleição da OAB pode ter mulher na presidência da CAASP

Sonia Racy

10 Novembro 2018 | 00h40

A OAB de São Paulo pode eleger, pela primeira vez na sua história, uma mulher na presidência da CAASP – Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo. Trata-se da ex-presidente do centenário IASP (Instituto dos Advogados de São Paulo), Maria Odete Duque Bertasi, da chapa de Sergei Cobra.

Como trunfo, o fato de que na faixa dos 40 anos, a profissão é composta por 56% de mulheres. Até os 25 anos, o porcentual sobe para 63%. E, entre os estagiários, a quantidade de advogadas é o dobro de os advogados.