Ele folga,eu folgo

Sonia Racy

23 de dezembro de 2015 | 03h02

Criminalistas estão tentando coincidir suas férias com as de Sérgio Moro. Motivo? Para não correrem o risco de ter que voltar as pressas por conta de operações-relâmpago.

O descanso do juiz de Curitiba vai até dia 15 de janeiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.