Elas, no topo

Sonia Racy

08 de março de 2016 | 00h56

Há mais mulheres que homens – 43% a 34% – sonhando em chegar à alta direção, nos primeiros dois anos de carreira. Mas o quadro se inverte daí para a frente, quando os homens mantêm os 34% e as mulheres ficam em… 16%.

A pesquisa, global, foi realizada pela Bain & Company, com ênfase na igualdade de gênero em altos cargos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.