Efeito colateral

Efeito colateral

Direto da Fonte

18 de junho de 2013 | 01h06

Foto: Paulo Giandalia/Estadão

Requisitada para falar sobre os protestos em SP, Fafá de Belém, musa das Diretas Já, lembrou que, na campanha, “havia um sentimento comum de que somente todos juntos poderiam transformar o País pacificamente. E assim foi”. “O que leio nas redes sociais hoje é um acusando o outro por isto ou aquilo. Gente, a tampa da panela explodiu!”, disse, de Lisboa.

A cantora defende uma solução por meio do diálogo suprapartidário. “Ou o fogão explode junto!” E reza: “Que Deus nos proteja e ilumine nossos líderes políticos!”.

Colateral 2

As manifestações já vão virar documentário. #OBrasil acordou está sendo gravado por ativistas, durante os atos, e sendo divulgado, aos poucos, pelo YouTube.

Enquanto o filme não fica pronto, um vídeo de Regina Duarte interpretando Chiquinha Gonzaga e protestando sobre o aumento do preço do transporte está viralizado nas redes sociais.

Colateral 3

Derrotado na disputa pela Prefeitura, Celso Russomanno lembrou que foi “tirado da eleição por espalharem que eu ia aumentar a passagem de ônibus”. “Irônico, não?”, indagou ontem.

Para Russomanno, o “grande erro” foi Haddad e Alckmin anunciarem juntos o aumento do ônibus e do metrô. “Isso não se faz.”

Colateral 4

Em solidariedade aos manifestantes, algumas cafeterias da cidade entraram no samba, cobrando R$ 0,20 o café.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.