Eduardo Tuma na expectativa, para saber se assume a Prefeitura

Sonia Racy

29 de outubro de 2019 | 00h35

EDUARDO TUMA. FOTO: JF DIÓRIO/ESTADÃO

EDUARDO TUMA. FOTO: JF DIÓRIO/ESTADÃO

…………….

Eduardo Tuma, presidente da Câmara Municipal, já assumiu a Prefeitura após Bruno Covas sair de licença “por motivos pessoais”, em março. O prefeito, que não tem vice – e está hospitalizado no Sírio-Libanês –, já avisou aos assessores que despachará do hospital e pediu para o secretariado manter a agenda.

Bastante procurado, ontem, pela possibilidade de assumir de novo a Prefeitura, Tuma, que foi secretário da Casa Civil de Covas, cogitava no fim da tarde divulgar nota sobre a situação.

Horizonte

Caso o prefeito tire licença, o presidente da Câmara assume por 30 dias. Depois, havendo necessidade, faz-se uma eleição indireta, entre os vereadores, para definir prefeito e vice para o restante do mandato.

Horizonte 2

A previsão, entre gente próxima de Covas, é que o prefeito não se licencie e esteja pronto para possível cirurgia em janeiro, após o período de quimioterapia. Ontem, os cálculos eram de que em abril de 2020 ele esteja recuperado.

Cenário Sul

Ontem mesmo, 24 horas após o resultado das eleições na Argentina, já havia cálculos feitos sobre o impacto do resultado na economia brasileira. “Há estudos apontando que o PIB brasileiro poderia ser 0,5% ponto mais alto se não fosse a crise argentina”, disse Margarida Gutierrez, professora do Coppead, da UFRJ, no Rio.

Novo front

Eleições argentina e uruguaia à parte, o Brasil tem um “papo sério” com o Paraguai, em maio próximo, para definir o novo preço do pacote de energia produzida por Itaipu que os brasileiros compram de Assunção. É com esse prazo em mente que a Comissão de Minas e Energia faz hoje audiência pública sobre o tema.

O general Joaquim Silva e Luna, diretor-geral da Itaipu Binacional, deverá estar lá.

Queda de braço

A Frente Parlamentar do Pacto Federativo vem articulando com a equipe de Paulo Guedes um programa para beneficiar governadores e prefeitos que ajustarem suas previdências às regras aprovadas semana passada no Congresso.

A Lei da Responsabilidade Previdenciária será apresentada até dia 10 de novembro.

Preparada

Na lista de convidados da CMPI das Fake News, Paula Lavigne e Caetano Veloso ainda não receberam convite formal da Comissão. Mas a empresária avisa: “Vou quando marcarem, com maior prazer, munida de todos os meus documentos”. E acrescenta: “Vou mostrar todos os bots que nos atacaram”. Já a presença de Caetano não é certeza. “A agenda dele é complicada”, justifica Paula.

Preparada 2

Lídice da Mata, relatora da comissão,  já apresentou extraoficialmente um cronograma com nomes prioritários – da lista dos convidados e convocados – a serem chamados. Hoje, o grupo volta a se reunir com o presidente da CPMI,  senador Ângelo Coronel. Amanhã, Alexandre Frota será o primeiro falar.

Arte todo dia

O Theatro São Pedro terá portas abertas durante todo o ano que vem. A ideia é ter uma atração a cada dia. Na área musical, ao longo de 2020 serão apresentadas produções inéditas como West Side Story, de Bernstein, Porgy & Bess, de Gershwin, Ariadne em Naxos, de Strauss, e Capuletos e Montéquios, de Bellini.

O programa também inclui uma série sinfônica, que vai comemorar os 10 anos da orquestra do teatro.

 

Tendências: