Edson Aparecido reage a Jilmar Tatto

Sonia Racy

08 de novembro de 2013 | 19h07

Edson Aparecido, secretário de Alckmin, reagiu contra declarações atribuídas, hoje, ao secretário municipal dos transportes, Jilmar Tatto.

“Estranho muito a declaração de Tatto. Primeiro, porque o bilhete único é um compromisso do prefeito Haddad, com quem o governador Alckmin mantém um diálogo franco, respeitoso e, acima de tudo, produtivo. Depois, porque ainda aguardamos, da secretaria municipal dos transportes, avaliação rigorosa do volume de passageiros que fará uso do bilhete único mensal integrado”.

Segundo Aparecido, este dado ainda não foi passado para o Estado, embora tenha sido prometido. “ Os números que nos deram não ajudam em nada. Referem-se ao bilhete único, criado em 2004 e integrado ao sistema metroferroviário um ano depois. São duas ações públicas distintas”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: