Ecos do Pan

Sonia Racy

29 de julho de 2010 | 23h02

A Procuradoria da República do Rio instaurou nesta semana inquérito civil público para investigar um contrato feito na época dos Jogos Pan-Americanos entre a Camargo Corrêa e o Ministério do Esporte.

Há suspeita de custo excessivo na construção do Complexo Esportivo Deodoro. No contrato inicial, foram previstos gastos de R$ 76, 8 milhões. No fim, a obra saiu por R$ 119,8 milhões.