É ou não é?

Sonia Racy

27 de outubro de 2010 | 23h08

Ricardo Vito Porto, advogado de Tiririca, jura que comprovará com documentos que seu cliente não é analfabeto.

Há quem acredite que a melhor estratégia seria admitir que outra pessoa escreveu a carta anexada ao registro da candidatura. Perguntado sobre esta possibilidade, Porto respondeu: “Não posso falar. Eu mesmo pedi segredo de Justiça”.