Dúvidas

Sonia Racy

18 de novembro de 2010 | 16h14

Há quem jure que o Panamericano, em 2006, vendeu para dois bancos diferentes o mesmo crédito consignado. Será?

A CEF montou a Caixapar com intuito de adquirir participações em banco. Vai se limitar ao Panamericano?

No IPO feito pelo banco de Silvio Santos, em 2007, foi detectado um CDB de R$ 380 milhões, pagando 28% ao ano. Dizia-se à época que o papel pertencia ao próprio SS. O que não deve ser verdade. A dúvida: o papel ainda existe? Seria o mesmo que está circulando hoje em nome de Adalberto Salgado?

Cadê os R$ 720 milhões pagos pela CEF por 49% do banco?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: