Duas pedras

Redação

09 Fevereiro 2010 | 08h35

Roberto Tardelli, promotor do caso Suzane Richthofen, tem outra pedreira pelo caminho. Deve assumir o caso do assassinato do empresário Dácio Souza Junior na padaria Dona Deôla, em Higienópolis.

O Ministério Público vai recorrer contra a liberdade provisória do segurança Eduardo Soares Pompeu.