Droga em causa

Sonia Racy

19 de agosto de 2015 | 02h33

Márcio Elias Rosa deve falar por 15 minutos, hoje, no STF, no julgamento da descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal. O procurador-geral de Justiça de SP vai sustentar que o assunto cabe à saúde pública. E que os governos precisam, nessa área, ter ferramentas para lidar com os usuários.

À coluna, ele comparou os danos da descriminalização aos da liberação de armas.

 

Tendências: