Doutor Paulo

Sonia Racy

06 de outubro de 2014 | 01h02

Em meio à confusão de repórteres, fotógrafos, cinegrafistas e o pessoal do CQC na Faculdade de Engenharia, onde vota, Paulo Maluf percebeu que sua mulher tinha sumido. Perguntou: “Cadê aSilvia? Sem ela não consigo votar, é ela que tecla o 1111”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: