Dona da arte na rua

Dona da arte na rua

Sonia Racy

07 de agosto de 2016 | 00h55

Fã de arte de rua – seu Instagram é, na prática, um acervo – e de música brasileira, Andrea Franco conseguiu misturar duas paixões no Boulevard Olímpico, o maior espaço público de eventos nos Jogos. Curadora de todo o conteúdo artístico dos espaços espalhados principalmente pelo Porto Maravilha, no Centro do Rio, ela promove encontros musicais – como os de Johnny Hooker e Elza Soares, festas badaladas (Selvagem, entre elas) e deixa um legado para a cidade do Rio com os imensos grafites distribuídos pela Zona Portuária. O mural de 3 mil metros quadrados de Eduardo Kobra, artista convidado por Andrea e que fez no Rio o maior trabalho de sua carreira, é um hit, já campeão de selfies. “Foi muito desafiador montar o mapa musical de um país tão rico como o nosso e promover encontros geracionais de personalidades tão fortes. É gratificante, também, ver o que fica para a posteridade. O mural do Kobra é um sucesso”, diz Andrea.

Tudo o que sabemos sobre:

Andrea FrancoEduardo Kobra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: