Doadores na malha eleitoral

Redação

05 de maio de 2009 | 06h00

Um cruzamento de dados entre o que informam os doadores das campanhas e a renda que declararam ao Leão apontou conflitos em pelo menos 18.000 doações nas eleições passadas. A lista, que inclui pessoas físicas e jurídicas, já foi passada pelo Tribunal Superior Eleitoral aos TREs estaduais e ministérios públicos eleitorais, para que levem adiante as investigações.

O trabalho é um primeiro fruto do Núcleo Especial de Auditoria, criado pelo presidente do TSE, Carlos Ayres Britto. E que nasceu de convênio entre o tribunal e a Receita Federal.

O plano de Ayres Britto é deixar para trás a era de simples formalidades, quando os tribunais se limitavam a fazer comparações contábeis entre despesas apresentadas pelos candidatos e partidos e as notas fiscais das despesas de campanha.

Veja também:
mais imagensVirada Cultural agita centro de São Paulo com diversas atrações
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.