Diz que diz

Sonia Racy

18 de abril de 2014 | 01h06

Depois de ser intimado três vezes e não comparecer à polícia, Daniel Graziano assegura que prestará depoimento no próximo dia 29.

A nova intimação faz parte de inquérito aberto no 78º DP, no bairro dos Jardins, em outubro do ano passado. Pela defesa de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula.

Diz que diz 2

A apuração, que corre em segredo de Justiça, pretende “identificar os responsáveis pela circulação de boatos” contra ele nas redes sociais – entre os quais, de que seria sócio da Friboi e dono de mansões, aviões e grandes áreas de terra, como o terreno onde está instalada a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), na cidade de Piracicaba.

Diz que diz 3

Graziano está entre seis intimados a prestar depoimentos. Os outros? Paulo Rogério Mendes Coelho, Adrito Dutra Maciel, Silvio Neves, Paulo Cesar Andrade Prado e Sueli Vicente Ortega.

Graziano foi chamado para dar explicações sobre comentário postado no site Observador Político, do Instituto Fernando Henrique Cardoso.

Como é gerente administrativo do instituto, o site está registrado em seu nome.

Diz que diz 4

Procurado, o iFHC afirmou que “os comentários feitos por internautas no Observador Político não expressam a opinião da instituição”, mas que o comentário em questão foi excluído por “conflitar com o espírito do site”.

O instituto disse ainda repudiar “qualquer forma de rebaixar o debate público ao nível do ataque pessoal” e que “lamenta o ocorrido”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.