Divisões podem levar PSL paulista a colapso financeiro

Sonia Racy

24 de outubro de 2019 | 00h40

EDUARDO BOLSONARO. FOTO: DARIO OLIVEIRA

EDUARDO BOLSONARO. FOTO: DARIO OLIVEIRA

 

A crise no PSL de SP ameaça levar o partido ao colapso financeiro no maior colegiado eleitoral do País. Como ele está proibido de receber repasses do diretório nacional devido a uma penalidade aplicada pelo TSE no ano passado, o caixa é sustentado pela contribuição dos diretórios municipais, que foram quase todos destituídos por Eduardo Bolsonaro.

A esperança da legenda é que, até o final do ano, o TSE retire o bloqueio imposto em 2018 e o dinheiro entre no caixa. Resta saber quem assinará o cheque.

Apoiadores correm lista para
o 03 ficar na presidência em SP

A propósito, circula na Assembleia de SP uma lista em apoio à permanência do Zero 3 na presidência do PSL no Estado. Ele estará na Casa, amanhã, com a bancada – são 15 deputados e a maioria é bolsonarista.

Livro de Janot já tem
30 mil de tiragem 

O livro Nada Menos que Tudo, de Rodrigo Janot, acaba de bater a marca dos 30 mil exemplares impressos – e a editora Planeta prepara nova tiragem do título, que entrou nas listas de mais vendidos nas duas semanas iniciais.

No evento de lançamento em SP, apenas 43 exemplares foram vendidos. E até agora continua sem resposta o “autoboicote” – ou autopromoção – de Janot, que revelou, na véspera, ter entrado armado no STF “pensando em matar Gilmar Mendes”.

Após a repercussão do episódio, o ex-procurador da República pediu licença da OAB-DF e está sem advogar.

TV Cultura começa dia 2
as transmissões esportivas 

Com a transmissão, dia 2, da primeira final do Campeonato Paulista de Futebol Feminino, entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, a TV Cultura volta a apostar em transmissões esportivas. No sábado seguinte, 9, transmite a Superliga de Vôlei.

Agora sob gestão de José Roberto Maluf, o projeto do canal é transmitir, em rede nacional, mais de 50 jogos desses campeonatos.

Mariz lança livro
sobre liberdade

Mariz de Oliveira vai marcar os 50 anos do seu escritório de advocacia com lançamento, nele próprio, do livro Liberdade – no próximo dia 5.

O título reúne textos sobre o tema preparados por 30 autores – entre eles, nomes como Boris Fausto, Delfim Netto, Leci Brandão, Jô Soares, Ignácio de Loyola Brandão e Pedro Dallari.

 

 

 

 

 

 

Tendências: