Divergências

Sonia Racy

03 de setembro de 2014 | 01h03

O julgamento que resultou no veto à candidatura de Paulo Maluf (anteontem, no TRE) foi marcado por duas correntes opostas. Silmar Fernandes declarou-se eleitor do político – chamado por ele de “carismático” – no passado, mas não liberou a candidatura.

Alberto Toron disse nunca ter votado no ex-governador, mas se posicionou a favor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: