Dissidente

Sonia Racy

11 de março de 2010 | 08h34

Enquanto Lula criticava, anteontem, dissidentes cubanos que fazem greve de fome, o advogado Idibal Piveta era escolhido, na OAB paulista, para o prêmio de Direitos Humanos da Ordem.

Piveta estava em um tribunal militar, no início dos anos 80, defendendo o então torneiro mecânico – que havia comandado greves contra a ditadura.