Direto do SWU

Sonia Racy

11 de outubro de 2010 | 23h00

Mais de R$ 6 milhões. Foi essa a quantia que o Ministério da Cultura liberou, via lei de incentivo fiscal, para a produção do SWU no fim de semana.

Quem passou quase anônima pela fazenda Maeda foi Sandy. Com o marido, Lucas Lima, preferiu assistir ao show de Dave Matthews longe da multidão. Mas não deixou de dançar todas as músicas.

Figurino eleito no festival – short curto e bota estilo cowboy – levou as meninas a bater o queixo de frio, na primeira noite. Já no domingo, os cachecóis e mantôs tomaram conta do gramado.

Ellen Jabour – que encarnou a “groupie” e acompanhou o Guns n’ Roses em turnê pelo Brasil- estava low-profile. Circulou pela área vip e assistiu ao show de Joss Stone.

Amor de pai é forte mesmo. Prova disso foi Eduardo Suplicy. O senador chorou quando os filhos Supla e João subiram ao palco, em Itu.

Sérgio Brito, dos Mutantes, tomou um choque na boca logo no início da apresentação. Deu um pulo para trás.

Os frequentadores do festival encontraram outra função para bancos feitos com pneu reciclado espalhados pela grama: se transformaram em “pula-pulas”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: