Direto do poder

Sonia Racy

13 Abril 2017 | 00h45

Bruno Covas postou no grupo do WhatsApp da Prefeitura, segunda: “Decreto nº 1 do prefeito em exercício. 
Art. 1º – É expressamente proibido falar hoje em futebol.
Art. 2º – As palavras Santos (time de João Doria), Ponte (Des)Classificação, Paulista e similares estão proibidas em qualquer contexto.
Art. 3º – As sanções previstas para o descumprimento dessa pena são: exoneração, expulsão do grupo, embargo de comércio ou residência, multa, chibatadas. § único – As penas podem ser cumulativas.
Art.4º – Este decreto entrou em vigor ontem à noite e vale até quando eu bem entender.

Conciliador

Suplicy foi pessoalmente anteontem ao Beco do Batman, conversar com João Batista da Silva. O morador – que apagou grafites e pintou de cinza o muro de sua casa– justificou o gesto dizendo que a região se tornou barulhenta e alvo de baderna.

Suplicy busca “uma solução para todos” e propôs que o beco seja transformado em área de proteção cultural, com iluminação e estrutura para os visitantes, sem atrapalhar moradores