Direto do Camarote da Prefeitura

Sonia Racy

20 Fevereiro 2012 | 23h01

Haja saúde. Alexandre Padilha, em périplo pelos carnavais do País desde quinta-feira, foi um dos poucos políticos de peso no camarote de Eduardo Paese Sérgio Cabralna Sapucaí, domingo.

Antes de desembarcar no Rio, esteve em Florianópolis, Recife, Salvador e São Paulo. E seria político o motivo de tanta andança? O ministro da Saúde garantiu à coluna que não. Trata-se de esforço pessoal para campanha de prevenção à Aids promovida por seu ministério.

Bem-humorado, ao saber da piada que compara Ana de Hollanda a Ricardo Teixeira (“falam que cai, mas nunca cai”), saiu-se com uma ironia: “Acho que ia cair, mas não encontraram ninguém para pôr no lugar. Aí, desistiram…”

Antes de ir, seguiu para o camarote do Rio Samba, onde tirou fotos com convidados. Sempre exibindo camiseta com logo do SUS. E ainda ajudou a socorrer um integrante da bateria da Portela, que passou mal durante o desfile da escola. /PAULA BONELLI