Direto de Tel-Aviv

Sonia Racy

08 de setembro de 2011 | 23h08

A El Al pretende interromper sua linha direta São Paulo-Tel-Aviv a partir de novembro. Alega que o movimento de passageiros não está compensando financeiramente.

De olho na intensificação do comércio bilateral, a Câmara Brasil-Israel tenta convencer a empresa aérea a manter a rota.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: