Direto de Deodoro

Sonia Racy

11 de agosto de 2016 | 00h23

Não foi só a segurança das pessoas que preocupou, no caso das balas perdidas de anteontem em Deodoro, onde ocorrem as provas de hipismo. Muita gente, até jornalistas, voltou-se para os cavalos – alguns dos quais valem R$ 40 milhões.

É que a cocheira fica bem atrás da sala de imprensa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: