Direto da mostra

Direto da mostra

Redação

18 de outubro de 2008 | 08h39

Sobrou discurso na abertura da 32ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, quinta-feira, no Auditório Ibirapuera. O mestre-de-cerimônias Serginho Groisman falou pouco, mas os patrocinadores pareciam ganhadores de Oscars. Já a homenageada Mineko Okamoto fez bonito… em japonês. E o secretário Carlos Augusto Kalil batizou a mostra de “balzaquiana enxuta”.

O filme que abriu a mostra foi Terra Vermelha, de Marco Bechis, agradando o público em geral, segundo apurado pela coluna entre os convidados.

Mas a animação para valer veio com a festa, na boate, The Week, com o compasso dos atores indígenas, que já haviam encantado a platéia no filme. Mostraram que não são ruins da cabeça, nem doentes do pé. Com direito a elogio de Beth Faria: “Eles são ótimos, atuam com o coração”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: