Direto da Flip

Sonia Racy

05 de julho de 2013 | 01h05

A Flip começou “apagada”. Paraty estava sem internet e telefone desde segunda. As coisas só se normalizaram pouco antes do início da festa.

Da Flip 2

Corre pelas pedras da cidade que Eduardo Souto de Moura, arquiteto português ganhador do Pritzker, não gostou do formato das tendas da Flip. Mesmo informado de que são temporárias, teria dito que “ficam na memória”.

Da Flip 3

A queda de Mohammed Morsi preocupou a produção da festa. Não se sabe se Tamim Al-Barghouti, palestino nascido no Egito – cujos poemas foram cantados na Praça Tahir na queda de Mubarak –, conseguirá vir. Ele é o autor com mais pedidos de entrevista.

Da Flip 4

Além de uma manifestação programada para sábado, há um muro na cidade pichado com “Flip para quem?”. O aumento da tarifa de transporte foi revogado pela prefeitura.

Da Flip 5

Das 19 mesas de debates, apenas uma será mediada por uma mulher:Noemi Jaffe.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.