Direto da Flip

Direto da Flip

Sonia Racy

04 Julho 2015 | 01h00

Matilde Campilho (Foto: Marília Neustein/Estadão)

Saudada por muitos como musa da Flip, Matilde Campilho mostrou já no segundo dia da festa, anteontem, que também é boa de vendas: seus livros esgotaram na cidade. Após muitos autógrafos, a poeta lusocarioca pontuou: “Nossa língua pertence a muitos povos”. E previu que Brasil e Portugal “estão cada dia mais próximos na poesia”.

Flip 2

Depois de ter invadido o palco na abertura da festa, Pascoal da Conceição avisou: vai reviver Mário de Andrade em espetáculos pelo País, no Musica Brasilis do BNDES. Marcando os 70 anos da morte do escritor.

Flip 3

Quem desembarcou ontem em Paraty foi Graham Sheffield, que comanda os programas de artes do British Council. Será presença ilustre hoje, em sarau em um barco só para escritores.