Direto da Flip

Direto da Flip

Direto da Fonte

04 de julho de 2015 | 01h00

Matilde Campilho (Foto: Marília Neustein/Estadão)

Saudada por muitos como musa da Flip, Matilde Campilho mostrou já no segundo dia da festa, anteontem, que também é boa de vendas: seus livros esgotaram na cidade. Após muitos autógrafos, a poeta lusocarioca pontuou: “Nossa língua pertence a muitos povos”. E previu que Brasil e Portugal “estão cada dia mais próximos na poesia”.

Flip 2

Depois de ter invadido o palco na abertura da festa, Pascoal da Conceição avisou: vai reviver Mário de Andrade em espetáculos pelo País, no Musica Brasilis do BNDES. Marcando os 70 anos da morte do escritor.

Flip 3

Quem desembarcou ontem em Paraty foi Graham Sheffield, que comanda os programas de artes do British Council. Será presença ilustre hoje, em sarau em um barco só para escritores.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.