Diretas no TJ

Sonia Racy

13 de novembro de 2015 | 04h28

Renato Nalini dá como praticamente certo que os TJs do País caminham para a eleição direta de seus presidentes – o que acrescentará, na escolha, os votos de cerca de 15 mil juízes de 1ª instância aos 2 mil de 2ª instância que já dispõem desse direito.

“Gradualmente, alargam-se as fronteiras democráticas. Penso ter sido o penúltimo presidente do TJ do Estado eleito por desembargadores”, concluiu. A PEC que muda a regra acaba de ser aprovada em comissão e vai a plenário na Câmara.