Diplomacia de Dilma reduziu vagas em Washington

Sonia Racy

10 de junho de 2016 | 00h58

Não é novidade que o Itamaraty, durante a gestão de Dilma, desconsiderou a política Brasil-EUA. O que não se sabia até agora era o tamanho da “desidratação” da Embaixada brasileira em Washington.

Dos 23 diplomatas que ali havia em 2010 hoje só há 17 – enquanto embaixadas do eixo Sul-Sul foram reforçadas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.