Dinheirama

Sonia Racy

13 de abril de 2013 | 01h08

A Ancine já se prepara para um novo momento: após Dilma enviar ao Senado a recondução de Manoel Rangel à presidência do órgão, estão sendo liberados R$ 250 milhões para fortalecer a estrutura da agência.

A medida vem ao encontro do que deseja o setor – que, aliás, está bombando.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: