Dilema cruel 2

Sonia Racy

13 de julho de 2010 | 23h01

José Antônio Baêta, coordenador da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, é contra. E informa que a própria Fifa, em artigo que faz parte de seu caderno oficial de segurança, recomenda a proibição de álcool nos estádios.

Na África, no entanto, foi liberado.