Devagar com Cuba

Redação

16 de abril de 2009 | 06h00

Apesar dos acenos de Obama, o ex-chanceler Luiz Felipe Lampreia não espera grandes lances na reaproximação EUA-Cuba. Entende que a liberação de viagens e remessas é um gesto importante – mas que não vai muito além disso.

E faz uma aposta: na Cúpula das Américas, em Trinidad Tobago, daqui a três dias, haverá muito discurso pela reintegração de Cuba.

Que os americanos ouvirão… sem nada comentar.

Veja também:
mais imagens Mozarteum Brasileiro inicia nova temporada na Sala São Paulo, com a Elbiopolis Orquestra, de Hamburgo, e noite de gala em homenagem aos 250 anos de Haendel
mais imagens Atores brilham na noite do Grande Prêmio Vivo de Cinema, no Rio
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte