Detentas montam cooperativa para gerar renda e ajudá-las na reinserção social.

Sonia Racy

27 Dezembro 2018 | 00h13

Detentas da penitenciária de Tremembé montaram – com ajuda do Instituto Humanitas360 – cooperativa para gerar renda e ajudá-las na reinserção social.

De que forma? Produzindo, no presídio, peças como almofadas, bolsas, carteiras, sacolas e echarpes que são, depois, comercializados online