Designer mistura materiais rústicos e formas sofisticadas

Designer mistura materiais rústicos e formas sofisticadas

Sonia Racy

15 de julho de 2018 | 00h45

Foto: Iara Morselli/Estadão

A Capim, marca de acessórios recém-lançada de Fernanda Douat, nasceu com o intuito de respeitar a riqueza do processo artesanal. “Sou apaixonada pela arte do fazer com as mãos e a vida no campo e suas riquezas”, conta. “Foi durante um período que morei no interior do Rio de Janeiro que tive contato com a palha e os artesãos que a manuseiam e assim nasceram minhas bolsas, que chegam à cliente ainda com cheiro de mato”, diz a designer, que une sofisticação ao material rústico para criar suas peças. “Gosto de misturar elementos naturais, como o couro, fibras e madeira com elementos tipicamente urbanos, como metais, cordas e resinas.” Suas peças são limitadas e podem ser desmontadas e remontadas. “Acredito que reutilizando uma peça contribuímos com o consumo mais consciente.”