Após atentado, cai número de pessoas que não conhecem Bolsonaro

Sonia Racy

10 Setembro 2018 | 09h40

JAIR BOLSONARO

JAIR BOLSONARO. FOTO: IGO ESTRELA/ESTADÃO

Depois de sofrer um atentado, Jair Bolsonaro se tornou mais conhecido pelo eleitorado, de acordo com pesquisa que o BTG Pactual acaba de enviar para seus clientes nesta segunda-feira.

Na série histórica de potencial, rejeição e desconhecimento, a porcentagem de pessoas que não o conhecem caiu seis pontos em relação à semana passada, indo de 13% para 7%.

O potencial, ou seja, a taxa de pessoas que poderiam votar nele, cresceu de 35% a 40%. Já a rejeição se manteve estável, em 51%.

Conforme noticiado pelo BR18, Bolsonaro tem 26% das intenções de voto na resposta espontânea, Lula tem 12% e Ciro Gomes está com 7%. João Amoedo, Geraldo Alckmin, Marina Silva e Fernando Haddad estão empatados com 3%.

Na resposta estimulada, Bolsonaro tem 30% das intenções de voto, Ciro Gomes, 12%, e Marina Silva, Geraldo Alckmin e Fernando Haddad estão empatadoscom 8%.O levantamento, registrado no TSE, ouviu 2 mil eleitores por telefone nos dias 8 e 9 de setembro.