Desativado, único porta-aviões do Brasil é posto à venda

Desativado, único porta-aviões do Brasil é posto à venda

Sonia Racy

29 de setembro de 2019 | 00h50

PORTA-AVIÕES SÃO PAULO. FOTO: DIVULGAÇÃO

……

A Marinha colocou à venda o porta-aviões São Paulo – o único da esquadra brasileira, desativado em novembro do ano passado. O preço? US$ 5,3 milhões, que os entendidos consideram uma pechincha. Um supercarro Bugatti Divo, por exemplo, custa hoje US$ 5,8 milhões.

Mas quem compraria, e para que, um porta-aviões de 33 mil toneladas e 10 andares de altura? O pessoal do ramo avisa: ele pode ser transformado em shopping, com lojas, área de eventos e até uma megacasa noturna no convés, onde ficavam os aviões de combate. E tudo isso podendo viajar de porto em porto…

‘São Paulo’ à venda

O pior destino é inglório: seria o desmanche do São Paulo por sucateiros navais especializados. Todo o conteúdo eletrônico e militar do navio já foi removido.

Leituras de Lula

Lula acabou de ler na prisão o livro Escravidão, primeiro volume da nova trilogia de Laurentino Gomes. Para o ex-presidente, o País tem que conhecer mais a história de como foi a escravidão para entender melhor o momento presente.

O líder petista disse a amigos que “gostou bastante” do livro. Na mesma temática, ele já leu, também, o romance Um Defeito de Cor.

Planos individuais

Ao que parece, operadoras de saúde privadas começam a se mover e reavaliar os planos individuais, hoje praticamente inexistentes no mercado. Esse será um dos temas centrais de um fórum ao qual devem comparecer 15 grupos do setor, responsáveis pelo atendimento de 26 milhões de usuários.

O desafio é descobrir como alterar a legislação para poder oferecer novas opções a preços mais baixos. Organizado pela Fenasaúde, o fórum reúne em Brasília, no dia 24 de outubro, lideranças da área de saúde e convidados dos três Poderes.

Veteranos.com

O acesso à tecnologia tem avançado muito na terceira idade. O estudo Inclusão Não Tem Idade – levantamento recém-concluído pela Globosat – revela que 44% dos idosos usam a internet para buscar informação sobre comida e 43% para jogar. Quase metade deles consulta cupons, ofertas e descontos. E 11%, um em cada dez, usa as plataformas de streaming para ver seus filmes e programas favoritos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: