Desastre natural

Sonia Racy

22 de abril de 2010 | 08h03

Se tudo desse absolutamente certo, a hidrelétrica de Belo Monte daria aos seus donos um retorno de 7% com a tarifa de energia no preço-teto estipulado para o leilão de construção da usina, de R$ 83. Esse era o cálculo do consórcio derrotado, liderado pela Andrade Gutierrez, que estudou e tem o projeto feito em dez anos nas mãos.

Já o consórcio Norte Energia, que desconhece esse números, venceu dando uma tarifa que é 6,02% inferior…