Depois de convencer discretamente ministros, Guedes ganha reforço de Bolsonaro 

Sonia Racy

28 de abril de 2020 | 00h36

PAULO GUEDES. FOTO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

PAULO GUEDES. FOTO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Desta vez, Paulo Guedes não passou recibo de seu profundo aborrecimento com o apoio do colega Rogerio Marinho à proposta heterodoxa militar.

Pelo que se apurou, o ministro foi direto conversar com Braga Netto explicando como o Plano Pró-Brasil se limitaria a jogar fora todo esforço fiscal feito até hoje.

Depois, conversou com Tarcísio Vieira, da Infraestrutura, e disse mais: informou que o Tesouro poderia financiar parte do que ele precisava para investimentos esse ano.

Resultado: Bolsonaro, ontem pela manhã – ao lado de Guedes, Roberto Campos Neto, do BC, Vieira e outros –, fez clara manifestação de apoio ao comando de seu ministro da Economia.

Home sweet…

Por conta da dificuldade de voo em meio à pandemia, Rosangela Moro ficou em Curitiba no fim de semana.

O ex-ministro? Permaneceu em Brasília, não saiu de casa e nem do… celular.

Fiel seguidor do isolamento social, não recebeu visita. E cuidou da mudança e da papelada burocrática.

…home

Moro já decidiu não ir à posse do seu sucessor. A volta pra casa será esta semana.

Para seus pés

Infindáveis comentários circularam pelas redes sugerindo que Guedes estaria de meias na coletiva de Bolsonaro, sexta-feira à tarde.

A coluna encontrou sapato (foto ao lado) bem parecido com “as meias” do ministro. Da sofisticada marca Smythe & Digby.

Coerente

Lydia Sayeg, amiga do casal Moro, se solidarizou com Rosangela pelo celular. “Situação difícil mas eles são muito unidos”, contou à coluna. A joalheira paulista deixou de ser bolsominion.

DNA forte

Filho de Ivete Sangalo foi destaque da live da mãe. Por opção, Marcelo quis dançar e pular durante a transmissão. Ele já toca percussão em alguns shows da cantora.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: