Dentro da lei

Sonia Racy

04 de dezembro de 2015 | 01h26

 O Ministério Público do Trabalho de São Paulo perdeu, em primeira instância, um processo… trabalhista. Ele entrou com ação civil pública para discutir a legalidade da contratação de médicos especialistas pelo Hospital Sírio-Libanês, segundo o escritório Jubilut Junior.
A Justiça do Trabalho julgou o pedido improcedente e declarou legal a forma de contratação do hospital. Ainda cabe recurso ao TRT.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: