Dedos cruzados

Sonia Racy

03 de junho de 2010 | 07h22

Fernando Morais, que acaba de chegar de Roma, contou a Luiz Carlos Barreto que Paulo Coelho virou cristão novo: “Ele reza todos os dias, de manhã, para Fábio Barreto, em uma igrejinha na França”.

A torcida é grande.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.