Decolou

Sonia Racy

10 de setembro de 2015 | 12h15

Depois de um processo de dez anos, a Justiça do Trabalho de SP liberou, em poucos dias, 45% dos valores indenizatórios devidos a ex-funcionários da falida Vasp: R$ 126 milhões.

Até o final do ano, a chamada “Vara Vasp” do TRT deve pagar outros R$ 312 milhões. Fruto, em grande parte, da venda da Fazenda Piratininga, do grupo Canhedo — que controlou a Vasp até sua falência em 2008.

Tendências: