Decisão sobre Temer será mais rápida que impeachment

Sonia Racy

25 Julho 2017 | 00h55

Se houver, de fato, 342 pessoas em plenário, no dia 2 de agosto, os otimistas acham que até o final da noite estará tomada a decisão, na Câmara, sobre a denúncia contra Temer – ou seja, se o STF poderá julgá-lo.

Bem mais rápido que o debate sobre o impeachment de Dilma. Naquele caso, só os discursos em plenário foram 389, ao longo de 43 horas.