Decisão sobre realização de carnaval de rua em São Paulo deve ficar para janeiro

Decisão sobre realização de carnaval de rua em São Paulo deve ficar para janeiro

Sonia Racy

05 de dezembro de 2021 | 02h31

Foto: Carla Carniel/Estadão

Se o réveillon na capital paulista já está cancelado pela Prefeitura por causa do surgimento da variante Ômicron, a decisão sobre a folia do ano que vem ficou para janeiro. Até lá, Alexandre Modonezi, secretário municipal das Subprefeituras, mantém a organização do carnaval de rua preparando infraestrutura, autorizações e realizando reuniões técnicas. “Já fizemos a licitação do patrocinador, mas sem assinar contratos, pois eles só irão pagar  se o carnaval for autorizado”, explicou. 

 Meia década

Depois de 50 anos no mercado financeiro, Álvaro de Souza – ex-presidente mundial do Citibank Private Bank, ex-negociador da dívida externa brasileira do lado privado e ex-tesoureiro da campanha de Marina Silva – deixa o que jura ser seu último posto no setor: sai, no dia 31, do cargo de presidente do conselho de administração do Santander. Sergio Rial assume o posto.  

 Aqui e agora 

Alfredo Attié, desembargador do TJ-SP, tirou a toga, aboliu o “juridiquês” e tem ido ao Parque Trianon falar às terças-feiras. O juiz discorre sobre direitos humanos e direito ambiental e responde às perguntas dos passantes que se sentam em círculo, enquanto ele faz a exposição de pé. Pesquisadores da Academia Paulista de Direito, da qual é presidente, o acompanham na empreitada.  

Deu no NYTimes

Miguel Lago, diretor do IEPS, assinou artigo de capa do jornal norte-americano, na sexta-feira. Assunto? Eric Zemmour, candidato a presidente da França. O professor da Universidade de Columbia detalhou como o fenômeno de extrema direita europeu construiu sua plataforma

Abraçaço

A Associação Paulista Viva preparou programação para celebrar os 130 anos da avenida, comemorados na quarta-feira. A partir de hoje, ao meio-dia, as pessoas que estiverem na Paulista poderão participar de uma corrente de mãos na ação “Abrace a Av. Paulista”. 

Cine natalino

O Auto de Natal Baile do Menino Deus anuncia um novo formato para a sua 18ª edição: se tornará um filme, tendo o Recife como cenário e personagem. Com produção da Relicário, de Carla Valença, e direção-geral de Ronaldo Correia de Brito, a obra percorre pontos históricos da cidade.  

 O filme também ganhou novos solistas, como Lia de Itamaracá e o cantor paraibano Chico César. A transmissão será pelo canal do YouTube do Baile, nos dias 23, 24 e 25 de dezembro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.