De virar a cabeça

Sonia Racy

30 de junho de 2012 | 01h04

O Conar deve abrir novo processo para julgar polêmico comercial da Aquaclin. Desta vez, para avaliar denúncias de discriminação a pessoas com acne.

A propaganda diz que, se espinhas fossem uma pessoa, ela seria “nojenta” e “constrangedora”. Para ilustrar? A mostrenga do clássico filme O Exorcista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: