De janeiro a agosto de 2017, morreram ‘no trabalho’ 482 policiais

Sonia Racy

16 Junho 2018 | 00h40

De janeiro a agosto de 2017, morreram “no trabalho” 482 policiais, segundo a Ordem dos Policiais do Brasil. Este e outros dados estão no livro Linha de Tiro – O Desafio de Ser Policial, que Roberta Baroni lança dia 21, na sede da PM. Da produção do livro, no ano passado, até hoje, cinco dos entrevistados foram mortos.

Leia mais nomes na coluna:

Taxas de juros futuros continuam subindo durante jogo de estreia da Copa

Mulher submetida a laqueadura reitera que esterilização foi voluntária