De foice

Sonia Racy

18 Abril 2011 | 23h10

Mais um capítulo da briga entre as famílias Odebrecht e Gradin.

O Grupo Odebrecht está convocando Assembleia Extraordinária na qual pretende mudar o estatuto da holding e interromper o mandato de dois anos do conselheiro Victor Gradin, que venceria somente em 2012. Victor é sócio do grupo há 40 anos e pai de Bernardo e Miguel, ex-presidentes da Braskem e da Odebrecht Óleo e Gás, demitidos por Marcelo Odebrecht.

Os Gradin aguardam comunicação formal para se manifestar.