De filha para pai

Sonia Racy

09 de outubro de 2014 | 01h09

O tiroteio entre os times de economia de Dilma e Aécio chegou à segunda geração. Marina Mantega virou alvo de críticas no Facebook ao compartilhar ataque contra o tucano.

A filha do ministro da Fazenda apagou o post e escreveu quase um testamento: “Vai sentar na cadeira e resolver o que esses políticos resolvem ou deixam de resolver todo dia, antes de começar a criticá-los”.

De filha 2

A moça ainda vociferou: “Temos uma população extremamente corrupta, principalmente a classe mais rica, que tanto sai criticando, mas continua corrompendo por aí”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: