De culposo…

Sonia Racy

09 de abril de 2014 | 01h10

A Justiça acatou denúncia de homicídio doloso (em que há intenção de matar) contra Bernardo Romitti– que, em julho do ano passado, atropelou e matou Fabio Heide, empresário de 43 anos, na zona sul de São Paulo.

Embora a polícia tenha prendido Romitti em flagrante, o crime foi registrado como homicídio culposo – quando não há a intenção de matar. Entretanto, ante a gravidade dos fatos (Romitti trafegava pela contramão, sem carteira de habilitação e com sinais de embriaguez), o MP reviu a classificação do crime.

Agora, ele irá a júri popular.

…para doloso

A decisão do MP não é usual. Em 2013, dos homicídios em SP por acidente de trânsito, só 1,7% foi registrado como doloso. Os outros 4.194, segundo a Secretaria de Segurança do Estado, foram classificados como culposos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.