De casa

Sonia Racy

03 de janeiro de 2014 | 01h07

José Renato Nalini, que assumiu esta semana o comando do TJ-SP, quer implantar sistema de home office no tribunal. Para o novo presidente, um dos maiores vilões da produtividade é o tempo que os funcionários da casa perdem, diariamente, no trânsito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.