De barro

Sonia Racy

03 de novembro de 2012 | 01h05

A Associação Cidade Velha Cidade Viva, de Belém, está desesperada. Casarões históricos vêm sendo reformados em área tombada sem a permissão do Iphan.

Contatado pela coluna, o Instituto afirma que pretende notificar os proprietários de prédios com obras irregulares.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.