Data venia

Sonia Racy

06 Julho 2016 | 01h00

As últimas críticas do MP a decisões judiciais atreladas à Lava Jato, como a soltura do ministro Paulo Bernardo ou a troca da prisão de Cachoeira e Cavandish levantam perguntas: “Só é juiz quem atende o MP? Quando não atende, é suspeito?”, questiona o criminalista Alberto Toron.